O PTI

Apresentação

Realizar e fomentar atividades de pesquisa para o desenvolvimento e a inovação da área de abrangência fazem parte dos objetivos do Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Para isso, o Parque dispõe da área de Ciência & Tecnologia + Inovação (C&T+I), cujo objetivo principal é proporcionar a formação de um ambiente favorável para a inovação, a pesquisa e o desenvolvimento científico-tecnológico dentro dos temas de interesse: água, energia e turismo.

 

Os principais objetivos da área estão em conceber, implementar e operar o Sistema de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico do PTI; estruturar e manter uma rede de parceiros de interesse do programa e; coordenar a elaboração da metodologia e dos critérios de solicitação e de concessão de bolsas da Fundação Parque Tecnológico Itaipu, bem como operá-las.

 

Para cumprir as suas metas, o programa prima pelas conexões em rede com parceiros estratégicos das áreas de C&T e instituições de ensino superior, apoiando a disseminação de conhecimento e o auxílio na formação e qualificação de discentes, docentes e pesquisadores, por meio do fomento de bolsas de pesquisa. O programa também apoia a elaboração de projetos científicos, a produção acadêmica e a implantação de laboratórios e centros de pesquisa.

 

 

 

Pesquisa e desenvolvimento de acadêmicos

 

No PTI, a produção científica entre os grupos de pesquisa formados por acadêmicos também é incentivada, por meio do apoio técnico e, em alguns casos, financeiro. Em 2012, dois grupos se destacaram e, atualmente, já são considerados referência para os demais acadêmicos que estudam nas dependências do PTI.

 

- Grupo Baja Cataratas

O ano de 2012 foi repleto de conquistas para os acadêmicos que integram o Grupo Baja Cataratas. A equipe lançou um novo protótipo de carro off-road – o RQ-2 -, que conquistou o 6º lugar geral e o 2º lugar na prova de suspensão da etapa Sul da competição Baja SAE Brasil Petrobras, além do destaque entre as equipes paranaenses. Em 2011, a equipe ficou com a sétima colocação na competição.

P { margin-bottom: 0.21cm; }
A equipe conquista, ano a ano, melhor desempenho, tanto do protótipo como nas competições. Prova disso são os resultados obtidos na competição realizada em outubro de 2013, em Gravataí (RS), que reuniu 15 equipes.

 - 1º lugar no quesito Aceleração;

 - 2º lugar no quesito Manobrabilidade;
 - 2º lugar no quesito Suspensão e Tração;
 - 2º lugar no quesito Enduro;

 - 3º lugar no quesito Velocidade;
 - 3º lugar no quesito Conforto;
 - 5º lugar no quesito Apresentação;
 - 5º lugar no quesito Segurança.

 

- Grupo Cataratas de Eficiência Energética (GCEE)

Depois de conquistar, em 2011, importantes resultados na Maratona Nacional de Eficiência Energética, o grupo participou, pela primeira vez, da Shell Eco-Marathon Americas, maior maratona de eficiência energética do mundo. Para a competição, realizada em Houston, nos Estados Unidos, a equipe projetou e desenvolveu um protótipo de carro eficiente em consumo de combustível, que conquistou o 5º lugar na categoria Etanol, com 150km/l.