O PTI

Biblioteca

Batizada de Paulo Freire, em homenagem ao patrono da educação brasileira, a nova biblioteca do PTI foi inaugurada em dezembro de 2014 e conta com um acervo de 45 mil livros, todos à disposição das mais de 5,4 mil pessoas que circulam pelo PTI diariamente.

 

São 4 mil m² de área total, sendo 2.263 m² de área útil, onde estão compartilhados os acervos da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), do polo presencial da Universidade Aberta do Brasil (UAB), do Centro de Engenharias e Ciências Exatas da Unioeste, da Itaipu Binacional e da Fundação PTI.

 

Além do amplo espaço para o acervo bibliográfico, a área é composta por um auditório, salas administrativas, ambientes para a realização de exposições e 16 salas de estudo, instaladas em uma parte preservada dos antigos alojamentos dos barrageiros. Já o piso superior é um espaço de convivência, com passarelas, jardins e espelhos d'água.

 

A arquitetura ecoeficiente é um dos destaques da Biblioteca. A obra conta com soluções para o aproveitamento de luz natural e para proporcionar conforto térmico e acústico. Outro aspecto que chama a atenção é o uso de madeira laminada colada (MLC), em combinação com concreto pré-fabricado, para a estrutura de sustentação da cobertura da obra. Além de um design diferenciado, a utilização dessa solução apresenta vantagens, como estabilidade dimensional e resistência mecânica.

 

O projeto da Biblioteca Paulo Freire, desenvolvido pela empresa 3C Arquitetura e Urbanismo, venceu o Prêmio AsBEA 2014, na categoria Edifícios Institucionais. Promovida pela Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura, essa premiação é considerada uma das mais importantes da arquitetura brasileira e é um reconhecimento aos melhores projetos realizados ou idealizados no Brasil nos últimos cinco anos.

 

 

Consulte aqui o acervo da Biblioteca Paulo Freire