Mulheres foram homenageadas no PTI
“Juntos por Elas” foi realizado na manhã desta sexta-feira (08), no auditório Cesar Lattes

Mulheres foram homenageadas no PTI

Um evento que provocou a reflexão sobre o papel da mulher no contexto atual. Assim pode ser definido o “Juntos por Elas”, realizado na manhã desta sexta-feira (08), no auditório Cesar Lattes, do Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Homens e mulheres da Fundação PTI prestigiaram o evento, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.  

Convidados participaram de um debate sobre temas como maternidade, profissionalismo e saúde. Ana Paula Simões, especialista em gestão estratégica de pessoas, foi a moderadora do debate, que ainda contou com a participação da psicóloga Nazaré Almeida; a contadora e escritora do livro “Maternidade e antimaternidade lúcida, Jackeline Bittencourt de Lima; a engenheira Patrícia Leonardo; o psicólogo Werner Braga; o membro do Comitê de Equidade e Gênero, Valter Rigo; e a ginecologista Laura Martins.

Com o uso da palavra, no início das atividades, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek, comentou sobre a mudança no cenário do mercado de trabalho em relação a quarenta anos atrás e a luta das mulheres para a quebra de preconceitos. “Na época da construção da Usina, não se via mulheres trabalhando aqui. Hoje em dia, em outras Usinas, vemos muitas mulheres nos canteiros de obras e operando máquinas”, pontuou.  

Já abrindo os debates da manhã, Ana Paula levantou questões como ser ou não ser mãe, como é ser mãe e profissional ao mesmo tempo, e se existe hora certa para ser mãe. Nesse contexto,  a ginecologista Laura Martins deu a dica: “para definir a hora certa de ser mãe, o segredo  é balancear a razão e a emoção, sem pensar muito na hora certa”, afirmou.

O evento foi promovido pela Fundação Parque Tecnológico Itaipu, com organização do Comitê de Equidade de Gênero e Raça.