O PTI

Fundação PTI

Com o objetivo de implementar a governança efetiva sobre os projetos desenvolvidos no Parque, a Itaipu Binacional criou, em 2005, a Fundação Parque Tecnológico Itaipu - Brasil (FPTI-BR). A Fundação tem por objeto manter e operar o Parque Tecnológico Itaipu (PTI), contribuindo para o desenvolvimento regional, de forma sustentada.

 

Este processo é realizado por meio de atividades que propiciem o desenvolvimento institucional, científico, tecnológico e inovação; a difusão do conhecimento, a capacitação profissional, e a geração de empresas, emprego e renda; interagindo, para esses fins, com entidades públicas e privadas, acadêmicas e de pesquisa, de fomento e de produção.

 

O modelo de gestão da FPTI-BR permite a integração da própria Itaipu, por meio do Conselho de Curadores, e também tem a fiscalização do Ministério Público, reforçando, assim, a transparência do uso dos recursos aportados. É desta forma que o modelo de gestão da Fundação tem como uma de suas funções melhorar seu desempenho de forma progressiva e proporcionar maior autonomia das decisões.

 

A FPTI-BR tem por finalidades específicas as seguintes atividades:

 

  • planejamento estratégico do PTI, com a definição de suas diretrizes, políticas e objetivos estratégicos;
  • manutenção e operação, em todos os aspectos, do PTI;
  • gestão das ações, programas e projetos do PTI;
  • formação, incentivo, atração e fixação de recursos humanos qualificados para a consolidação do PTI como pólo científico, tecnológico, de inovação e de serviços especializados;
  • desenvolvimento, difusão e transferência de conhecimentos, tecnologias e inovações;
  • execução e gestão de capacitação profissional, empreendedorismo, cooperativismo, desenvolvimento empresarial, institucional e de gestão de conhecimento, estágios e bolsas;
  • execução e gestão de desenvolvimento educacional, com a integração entre instituições de educação e entre estas e empresas;
  • incentivo, implementação, gestão e suporte as incubadoras de empreendimentos, condomínios de empresas, arranjos ou cadeias produtivas;
  • execução e gestão de conscientização e implementação de formas de proteção de direitos de propriedade intelectual;
  • promoção e apoio a eventos, cursos e seminários com temática pertinente aos seus objetivos;
  • interação com instituições de educação, pesquisa, tecnologia e desenvolvimento institucional;
  • interação com instituições financeiras e de fomento;
  • prospecção, orientação e captação de fontes de financiamentos, apoios, patrocínios, subvenções, aportes, bolsas, entre outras verbas;
  • gestão de projetos e programas de terceiros, compatíveis com o seu objeto e finalidades;
  • criação, edição e difusão, por qualquer meio físico ou eletrônico, de assuntos relacionados com seu objeto.