Clima e sustentabilidade são temas de painel apresentado por meteorologista do PTI-BR

O analista ambiental do Parque Tecnológico Itaipu participou do evento internacional a convite da Embaixada do Brasil na Índia

Marcando a segunda quinzena do mês, no dia 16 dezembro, o o analista ambiental do Núcleo de Inteligência Territorial (NIT.IB), do centro de competência em Inteligência e Gestão Territorial (IT.DT), Moacir Schmengler, representou o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) no painel “Session 1: Leveraging Climate and Green Technologies for Sustainable Future: A driver of New India” do DST-CII Technology Summit, a convite da Embaixada do Brasil em Nova Delhi.

O evento é realizado anualmente pelo Department of Science & Technology (DST), do Governo da Índia, com a Confederation of Indian Industry (CII). Em 2021, o encontro aconteceu entre os dias 16 e 17 de dezembro, abordando as temáticas: tecnologias de clima e “economia verde”; tecnologia de saúde de precisão e estudos genéticos; processos de fabricação avançados; mobilidade; tecnologias de semicondutores; e tecnologias espaciais.

Com a apresentação “Research and development of technologies for territorial management” – pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para gestão territorial, em tradução livre –, foi abordado sobre as iniciativas de gestão territorial sustentável desenvolvidas pelo PTI e a Itaipu Binacional, especialmente as que estão ancoradas no NIT.IB.

Em um cenário de preocupação crescente em relação às mudanças climáticas, foram apresentadas as tecnologias e ferramentas que estão sendo pesquisadas e desenvolvidas pela equipe do Parque Tecnológico dentro das temáticas.

Durante sua fala, Moacir, doutor em meteorologia, explicou sobre as atividades de pesquisa relacionadas ao tempo e clima que são realizadas em torno do Lago de Itaipu. “É importante conhecer e monitorar o território para que os dados possam subsidiar a tomada de decisão estratégica, visando mitigar os efeitos das mudanças climáticas e, ao mesmo tempo, desenvolver ações de precaução”, comenta Schmengler.

A participação no evento demonstra o reconhecimento das expertises do Parque Tecnológico e da Binacional frente a agenda global de enfrentamento às questões ambientais, especialmente no cenário das mudanças climáticas.