Português

Conectando educação, pesquisa,

 

 

inovação e negócios

Centro de Estudos Avançados em Segurança de Barragens

O objetivo do Centro é atuar no desenvolvimento de soluções estratégicas em segurança de barragens, por meio de pesquisas realizadas pelas universidades e pelo meio técnico. Essa integração permite a formação de competências essenciais para o desenvolvimento dessas pesquisas. O Ceasb traz em suas diretrizes a função de articular, apoiar e executar o desenvolvimento de projetos de pesquisas aplicadas nas diversas áreas e disciplinas inerentes ao tema segurança de barragens.

 

O Centro possibilita um ambiente de pesquisa multidisciplinar, integrando as diversas áreas do conhecimento que envolvem o tema. Também permite a integração entre as empresas, os institutos de pesquisa e as universidades. Os resultados são o desenvolvimento territorial e a capacitação de pessoas, estimulando competências para a inovação tecnológica e para o empreendedorismo.

 

 

Linhas de Pesquisa:

 

  • Modelagem Tridimensional
  • Monitoramento da Saúde Estrutural
  • Instrumentação de Barragens
  • Geotecnia
  • Concreto
  • Monitoramento e Análise de Risco
  • Cadastro de Barragens
  • Aplicações e desenvolvimento de tecnologias inovadoras em Usinas Hidrelétricas

 

 

Atuação em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento em parceria com universidades e empresas, buscando soluções para o setor elétrico brasileiro.

A parceria entre a Fundação PTI - por meio do Ceasb - e o Comitê Brasileiro de Barragens (CBDB) tem como objetivo desenvolver um sistema que gerencie informações relacionadas a um acervo técnico sobre barragens e que possibilite futuras pesquisas. O Ceasb tem como missão gerar conhecimento e soluções nos temas relacionados à Segurança de Barragens, e dessa forma, pretende-se ofertar uma base de dados com informações técnicas sobre barragens que constitui um trabalho estratégico para o Centro. Além disso, o interesse é:

 

·         Ter uma base de dados confiável de todas as barragens nacionais;
·         Promover a gestão do conhecimento e informação de domínio público;
·        Atende à Lei nº 12.334/2010, que estabelece a Política de Segurança de Barragens. Em seu artigo 16, inciso I menciona que o órgão fiscalizador, no âmbito de suas atribuições legais, é obrigado a “manter cadastro das barragens sob sua jurisdição, com identificação dos empreendedores, para fins de incorporação no SNISB”.

 

 

Sistema Informatizado do CNB
O Ceasb, em parceria com o CBDB, desenvolveu um sistema informatizado para o Cadastro Nacional de Barragens (CNB), que vem sendo modernizado e atualizado, para oferecer ferramentas modernas de consulta de dados, com mais simplicidade, objetividade e confiabilidade. Desse modo, o CBDB busca uma melhoria substancial em seu banco de dados sobre barragens, em benefício de seus associados e da engenharia de barragens em geral. Em paralelo, o Ceasb passa a contar com uma ampla plataforma para a pesquisa sobre segurança de barragens.

Tela de entrada do sistema do CNB

 

 

Dados Cadastráveis
O sistema do CNB permite que sejam incluídos, em seu nível maior, os seguintes dados: da barragem, do reservatório, do vertedouro, da usina (se existente), do proprietário, do projetista, do consultor, da localização georreferenciada da barragem, do meio ambiente, bem como fotos, notas e registros de incidentes ou acidentes com barragens.


Nos dados da barragem, podem ser cadastrados, além do nome e da localização, a tipologia construtiva e de fundações, os dados geométricos, os volumes de construção e as principais datas e etapas de execução. Os dados sobre o reservatório abrangem sua finalidade, tamanho e volume e os respectivos dados hidrográficos. Os dados sobre o vertedouro referem-se a sua tipologia, capacidade de descarga, comportas e vãos.


No caso de hidrelétricas, são cadastráveis os dados da casa de força (turbina, potência, energia assegurada e queda bruta), e os dados sobre as estruturas de adução (canal, túnel e conduto forçado). Os dados ambientais referem-se, basicamente, às áreas de irrigação, volume de proteção contra inundações, propriedades rurais e núcleos urbanos atingidos, pessoas remanejadas, comunidades indígenas e licenças legais. Em 2014, estão cadastradas no CNB cerca de 1.400 barragens, embora os dados de muitas delas ainda estejam incompletos.


De modo a dar amplo conhecimento da existência dessa ferramenta, o Cadastro Nacional de Barragens será disponibilizado primeiramente aos sócios do CBDB, e posteriormente, à comunidade técnica da engenharia de barragens no Brasil e em outros países. O Cadastro Nacional de Barragens, devido à sua amplitude, é, antes de tudo, um trabalho coletivo contínuo, que pressupõe cooperação de todos os interessados, em especial dos sócios do CBDB.


O acesso ao sistema do CNB é exclusivo aos sócios do CBDB, por meio do site: www.cbdb.org.br.

Curso Básico de Instrumentação e Auscultação de Barragens
Em breve!

 

 

Especialização em Métodos Numéricos

O propósito é contribuir para a formação e capacitação de docentes e profissionais da região, formando profissionais geradores de conhecimento, capazes de utilizar princípios e conceitos da Matemática e da Computação na resolução de problemas de Engenharia. A proposta é promover a formação de grupos de pesquisa para o desenvolvimento de soluções práticas em segurança de barragens. Estas pesquisas terão o acompanhamento do Ceasb. Com duração de dois anos, as aulas, em modo presencial, as aulas são realizadas no PTI duas vezes por semana: às sextas-feiras nos turnos da tarde e da noite, e aos sábados de manhã e a tarde.

 

 

Doutorado em Métodos Numéricos Aplicados à Engenharia

O Ceasb fomentou a implantação da primeira turma de Doutorado em Métodos Numéricos Aplicados à Engenharia, em parceria com a UFPR e a Unioeste. As teses dos 22 profissionais formados, que atuaram em pesquisas demandadas por Itaipu, foram compiladas na primeira edição do livro “Métodos Numéricos Aplicados à Análise de Segurança de Barragens”.

 

Array

O trabalho intitulado "Efi­ciência Energética e Otimização do Tamanho do Payload em Redes de Sensores Sem Fio Utilizando Códigos Convolucionais” recebeu menção honrosa entre os trabalhos do XXXIV Simpósio Brasileiro de Telecomunicações e Processamento de Sinais, em 2016.
Autores: Maurício Menon (Itaipu Binacional, Brasil); Glauber Brante and Richard Demo Souza (Universidade Federal Tecnológica - Paraná (UTFPR), Brasil); Fabio Alexandre de Souza (IFSC, Brasil); Marcelo Eduardo Pellenz (PUC - Paraná, Brasil).

 

O trabalho intitulado “Metodologia Alternativa para determinação do escoamento superficial por chuva e do sedimento gerado por erosão em encostas” foi premiado como o Melhor Trabalho do 10º SNCE Simpósio Nacional de Controle de Erosão, no 15º Congresso brasileiro de geologia de Engenharia e Ambiental, em 2015.
Autores: Jucielli Quatrin Nunes, Vitor André Genehr, Simone Furegatti.

 

O trabalho intitulado “Modelagem geológica e geotécnica da fundação integrada com dados piezométricos” foi selecionado pela Comissão Organizadora do XXXI Congresso Nacional de Grandes Barragens, para receber o prêmio de “Melhor trabalho do Tema 4 – Reabilitação de Barragens para Garantir a Segurança”.
Autores:  Josiele Patias (Itaipu Binacional); Débora de Oliveira Fernandes (Fundação Parque Tecnológico Itaipu); Jorge Kazuo Yamamoto (Universidade de São Paulo - USP).