EnglishPortuguêsEspañol
EnglishPortuguêsEspañol

ConectaIGU, Programa de Inovação Aberta para o Turismo, está na última semana de inscrições para startups

ConectaIGU

Compartilhe este conteúdo:

Até o dia 03 de agosto, startups que estão aptas aos desafios levantados podem se inscrever. O ConectaIGU é uma iniciativa que visa transformar o setor de turismo por meio da inovação e conta com apoio da Embratur e Itaipu Binacional.   

 

São os últimos dias para que as startups interessadas em participar do Programa de Inovação Aberta para o turismo, o ConectaIGU, realizem suas inscrições. O edital, lançado pelo EmbraturLAB – o braço de inovação da Embratur e – o Parque Tecnológico Itaipu – Brasil e a Itaipu Binacional, estará aberto até essa quinta-feira (03) pelo site do programa: https://www.pti.org.br/conectaIGU/. 

O edital apresenta dois desafios principais, com até R$ 350 mil em investimentos para o desenvolvimento das soluções:  

Um deles é a criação de uma solução tecnológica para viajantes estrangeiros emitirem vistos no Brasil. A proposta é simplificar e agilizar a emissão de vistos no Brasil, proporcionando maior acessibilidade para os viajantes estrangeiros, atração de turistas e promoção do turismo como uma importante fonte de receita para o país.  

O outro, é o desenvolvimento de uma solução para identificação e estimativa de visitantes com base em modais no Brasil. Essa proposta é voltada para soluções tecnológicas visando controlar o fluxo de turistas no Brasil, com o objetivo de fornecer dados precisos e atualizados, possibilitando a compreensão do comportamento dos visitantes, identificação de oportunidades de crescimento e medidas para melhorar a experiência do turista e impulsionar o setor.  

Oportunidades  

Além de promover o turismo brasileiro no mundo, a iniciativa também tem como objetivo acelerar startups do setor de turismo por meio da prospecção, seleção e desenvolvimento de projetos inovadores e sustentáveis, capazes de solucionar desafios reais do segmento. 

As startups selecionadas terão como benefício o acesso à infraestrutura e apoio técnico de especialistas do PTI-BR e da Embratur, acesso ao SmartCTI (sandbox) para testes e validação das tecnologias desenvolvidas, acessibilidade de homologação das soluções no setor e conexão com ecossistemas de inovação e turismo do PTI-BR e EmbraturLAB.  

A iniciativa contempla ainda a possibilidade de participação em eventos e rodadas de negócios para a prospecção de clientes e investimentos da Embratur e PTI-BR, mentorias técnicas e de negócios por meio da metodologia Santos Dumont de incubação e aceleração PTI-BR, com certificação CERNE 4 e a possibilidade de expansão do contato para a rede de parceiros do PTI-BR, visando promover comercialização das tecnologias e avanço do mercado.  

Seleção e aceleração 

O processo de seleção será realizado em 3 etapas:  homologação e avaliação (serão avaliadas todas as propostas enviadas e selecionadas); pré-aceleração (as startups selecionadas receberão orientação especializada, suporte e acompanhamento para desenvolver um pitch) e por fim, o pitch day (as startups apresentarão a proposta para uma banca avaliadora.  

Ao final do processo poderão ser selecionadas até cinco startups, com teto de até R$ 70 mil para cada projeto. 

EnglishPortuguêsEspañol

Cadastre-se em nossa newsletter