Conectando educación, pesquisa,

 

 

innovación y negocios

Primeiro bairro público inteligente do Brasil tem logomarca escolhida pela população

Primeiro bairro público inteligente do Brasil tem logomarca escolhida pela população

23/11/2020

A disputa para escolher a logo do Programa Vila A Inteligente foi apertada, mas a opção dois saiu na frente e vai dar a cara da iniciativa que transforma a Vila A, em Foz do Iguaçu, no primeiro bairro público inteligente do país. Com a logomarca, fica tudo pronto para a divulgação das ações, que começam a ser vistas pela população da cidade. 

 

A votação da logo foi aberta ao público, justamente para que os próprios cidadãos escolhessem a opção preferida de um projeto que tem como proposta envolver a comunidade, uma vez que as tecnologias que serão implementadas visam promover a melhoria do bem-estar e da qualidade de vida. 

 

A opção dois, que obteve o maior número de votos, foi feita pela publicitária Jaqueline Ferreira dos Santos, do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), uma das instituições promotoras do programa, em conjunto com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Itaipu Binacional e a Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu. A arte da logomarca escolhida usa a ligação de pontos, que representam as tecnologias instaladas, para formar as letras iniciais do nome do bairro (VA). 

 

"Agradecemos aos demais profissionais que com suas expertises e criatividades contribuíram com as outras opções de logomarca para o Vila A Inteligente. Ficamos satisfeitos em observar que começamos a atingir o objetivo de envolver a população no projeto", afirma o diretor superintendente do Parque Tecnológico, General Eduardo Garrido. "Esse é um projeto da cidade de Foz do Iguaçu, que começa pela Vila A, mas a depender do sucesso é possível estender para outras regiões da cidade e até para outros municípios do país", complementa. 

 

Em andamento

 

Na última semana, foi instalado na Concha Acústica do Gramadão da Vila A, o Centro de Controle e Operações (CCO) do programa, espaço onde todas as tecnologias serão monitoradas. Nesta segunda-feira, 23, foi iniciada a substituição dos quatro pontos de ônibus que se tornarão inteligentes. A estrutura terá uma tela com os horários do transporte coletivo, carregador para celular e uma iluminação própria, a fim de aumentar a segurança dos usuários. 

 

Está prevista para esta semana também a implementação dos semáforos inteligentes nos quatro principais cruzamentos do bairro. Além dessas soluções, esta primeira fase da iniciativa, que deverá ser lançada nas primeiras semanas de dezembro, também contempla câmeras de monitoramento de placas e luminárias inteligentes com câmeras com reconhecimento facial.

Especial: