Assis Chateaubriand terá Centro de Inovação Tecnológica

Assis Chateaubriand terá Centro de Inovação Tecnológica

30/10/2017

Empresários de Assis Chateaubriand vão receber treinamentos e poderão desenvolver projetos a partir da implantação de um Centro de Inovação Tecnológica. A proposta foi resultado do Programa Regional de Formação para o Desenvolvimento Econômico Local com Inclusão Social para o Brasil (ConectaDEL) e foi selecionada para cofinanciamento e receber suporte para implementação nos próximos meses.

 

O projeto do Centro de Inovação Tecnológica em Assis Chateaubriand será desenvolvido por uma parceria entre o Instituto Federal do Paraná (IFPR), a Prefeitura de Assis Chateaubriand e a Associação Comercial e Industrial do município. A iniciativa é uma das sete selecionadas para receber cofinanciamento da Itaipu Binacional e do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) após a capacitação promovida pelo ConectaDEL, entre maio e julho deste ano.

 

O coordenador técnico responsável pelo projeto e professor do IFPR, Rafael Luis Bartz, explica que a proposta surgiu a partir do Ifinos - Grupo de Pesquisas de Sistemas Embarcados, Computação Física e Tecnologias para Agronegócio. Segundo ele, o grupo estava sentindo falta de equipamentos e, durante a formação do ConectaDEL, percebeu a oportunidade de criar um laboratório em que, além de direcionar às pesquisas para a comunidade, também seja possível trazer a comunidade para o IFPR.

 

“Através deste Centro de Inovação, pretendemos dar treinamentos para empresários da cidade e, com essas capacitações, fazer com que eles desenvolvam projetos de inovação dentro do Centro”, destaca Bartz.

 

Para o professor, a capacitação do ConectaDEL possibilitou uma visão sobre os passos necessários para o desenvolvimento de um território, desde a investigação, análise de índices, até as ações que podem ser feitas. “Foi importante para conseguirmos focar em qual seria o principal segmento do Centro baseado nas necessidades da região. Decidimos focar em projetos na área de automação e robótica, porque aqui na região de Assis Chateaubriand carece muito dessa área tecnológica e de profissionais que tenham conhecimento sobre o tema”, afirma. “Se os próprios empresários conseguirem desenvolver suas soluções e colocar isso mercado, vai trazer bastante riqueza para o município”, complementa.

 

Além disso, de acordo com Bartz, como é uma região agrícola, as tecnologias também poderão contribuir para a automatização de tarefas. O custo total do projeto é de aproximadamente R$ 107 mil.

 

Expectativas

 

“De uma maneira geral, todos os projetos são muitos interessantes. São propostas que vêm ao encontro do que o Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) preconiza e que podem servir de exemplo para iniciativas semelhantes sejam desencadeadas nos demais municípios da região”, ressalta o gerente regional Oeste/Sudoeste da Empresa de Assistência  Técnica de Extensão Rural do Paraná (Emater), Paulo Taschetto.

 

O presidente do POD, Danilo Vendrusculo, considera que houve uma grande evolução nos projetos elaborados nesta edição do ConectaDEL, programa que é realizado desde 2013. Ele explica que as propostas ainda serão adaptadas e submetidas a uma comissão que irá fazer orientações e avaliá-las para receber os recursos para a implementação. A intenção, segundo ele, é que os resultados dos projetos sejam apresentados no V Fórum do POD, no final de 2018. “Acredito que vamos pegar o gancho desses projetos para promover uma aproximação muito maior com as academias e o setor produtivo. Será um 'case' para potencializar essa nossa meta”.

 

O gerente regional do Sebrae,  Orestes Hotz, reforça que o ConectaDEL vai possibilitar os sete projetos que foram selecionados para o cofinanciamento um “empurrão” inicial. “O ConectaDEL é um grande instrumento para o Oeste do Paraná, e vai proporcionar esse primeiro investimento nesses projetos, que, muitas vezes, acabariam não acontecendo por não ter um recurso inicial”. “Na sequência, conforme forem se estabelecendo, eles terão outras fontes de investimento”, complemento.