Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

Comitiva da ABIN conhece iniciativas do Parque Tecnológico Itaipu

Comitiva da ABIN conhece iniciativas do Parque Tecnológico Itaipu

31/08/2020

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) recebeu, na última semana, visita de comitiva da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN). Os representantes da Abin demonstraram interesse nas iniciativas do PTI e sinalizaram a possibilidade de estabelecer parcerias para o desenvolvimento de soluções tecnológicas em prol do País. 

 

A equipe da ABIN, entre terça e quarta-feira, 25 e 26, conheceu iniciativas do PTI como o acompanhamento das obras com drones, em uma parceria com a Itaipu Binacional, da segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai, a Ponte da Integração; o Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes, projeto em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e alguns dos centros de competência da instituição. 

 

De acordo com o oficial de inteligência da ABIN, Thiago Sousa, os projetos desenvolvidos em conjunto entre o PTI e a ABDI na área de Cidades Inteligentes, como o laboratório do PTI e o Programa Vila A Inteligente, foram um dos fatores motivadores da visita. O diretor geral da Agência, Alexandre Ramagem, participou da cerimônia de lançamento oficial do Vila A Inteligente, em julho deste ano. 

 


Representantes da ABIN conheceram o Laboratório Vivo de Cidades Inteligentes, projeto do PTI em parceria com a ABDI. Fotos: Kiko Sierich. 

 

“Viemos como corpo técnico para conhecer os laboratórios e saímos com uma impressão muito melhor do que poderíamos esperar”, afirmou Thiago. Ele reforçou a capacidade que o País tem no desenvolvimento de soluções tecnológicas, citando o PTI como exemplo deste potencial. “Às vezes utilizamos produtos que não são desenvolvidos no País, e o PTI é uma das provas mais cabais de que temos força aqui para desenvolver todos os tipos de produtos”. 

 

Ainda conforme o oficial de inteligência da ABIN, o Parque Tecnológico já possui uma parceria estabelecida com a ABDI, ligada ao Ministério da Economia; e existe a possibilidade da ampliação para outros órgãos do Governo Federal, como no caso da agência.