Português

Conectando educação, pesquisa,

 

 

inovação e negócios

Novos diretores do PTI assinam termo de posse

17/05/2017

O novo diretor superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (Fundação PTI), Ramiro Wahrhaftig, e o novo diretor administrativo-financeiro, João Biral Junior, assinaram nesta quarta-feira, 17, no Auditório Milton Santos, no PTI, o termo de posse. A assinatura ocorreu seis dias depois de serem eleitos pelo Conselho.  A diretoria de Itaipu participou da solenidade. A cerimônia oficial de posse dos novos diretores está marcada para 2 de junho.

 

Wahrhaftig reforçou a importância da parceria de Itaipu como mantenedora da instituição nos projetos de pesquisa, ciência e tecnologia da instituição. A diretoria de Itaipu se comprometeu  a manter o apoio.

 

O então diretor superintendente da Fundação PTI, Juan Carlos Sotuyo, que participou da implantação do parque, em 2003, e ficou 14 anos à frente da instituição; e o então diretor administrativo-financeiro, Valdir Antonio Ferreira, se despediram agradecendo a equipe. Ambos se colocaram à disposição da nova diretoria. O diretor técnico da Fundação, Claudio Isssamy Osako, permanece no cargo. A Fundação PTI é a instituição responsável pela manutenção do parque, onde estão instalados universidades, empresas incubadas, laboratórios de pesquisa e diversas ações e projetos voltados ao desenvolvimento da região Oeste do Paraná.

 

O diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Luiz Fernando Vianna, participou do evento. Vianna parabenizou o trabalho de Sotuyo e lembrou a importância de uma fundação ter apoio de uma mantenedora. A Companhia Paranaense de Energia (Copel), que ele presidia antes de assumir a Itaipu, era mantenedora do centro de pesquisa Institutos Lactec. “Sabemos da dificuldade que é, desde a montagem, como manter depois”, afirmou. Isso porque, segundo ele, os centros de pesquisa não conseguem ser autossustentáveis e dependem do suporte de uma instituição patrocinadora.

 

 “No caso do PTI, a felicidade é ter um centro de pesquisa com suporte de uma empresa com o porte de Itaipu. O parque atende às necessidades de pesquisa que a própria usina tem e também às regionais, tanto dos municípios lindeiros, como dos municípios da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop)”.  Vianna também desejou uma gestão profícua aos novos diretores e disse que pretende ter um envolvimento mais próximo com a instituição.

 

Sotuyo elogiou a indicação de Wahrhaftig como novo diretor superintendente e recordou que, em 1996, ano em que foi implementado o Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação (ITAI), foi ele, como secretário do Estado de Educação, que assumiu a assembleia de criação do Instituto. “O Itai, de certa forma, junto com a Itaipu e a Unioeste, foi o ventre do PTI”, disse. “A experiência do Ramiro certamente vai contribuir para esse salto quântico que precisamos dar aqui”. E se despediu destacando e agradecendo a lealdade dos colaboradores da Fundação PTI.

 


O novo diretor superintendente do PTI, Ramiro Wahrhaftig, tem vasta experiência com ciência, tecnologia e inovação. 

 

O novo diretor superintendente reforçou a importância do apoio de Itaipu para o desenvolvimento das ações do PTI. “Nós, que trabalhamos com ciência e tecnologia no País há muitos anos, sabemos que instituições como o PTI, sem o apoio da mantenedora, dificilmente atingem os objetivos que têm que atingir”, comentou. “Na área de desenvolvimento científico-tecnológico não há estruturas autossustentáveis. Isso porque o investimento em tecnologia exige recursos de médio-longo prazo, e são autossustentáveis aquelas que trabalham com atividades remuneradas a curto prazo”, explicou.

 

Wahrhaftig garantiu o compromisso com o PTI, com a Itaipu e com o desenvolvimento sustentável da região. “É isso o que a Itaipu vem fazendo há alguns anos e já se transformou em um exemplo global”, afirmou.

 

O ex-diretor administrativo-financeiro da Fundação PTI, Valdir Antonio Ferreira, agradeceu a oportunidade e afirmou que os dois anos que esteve à frente da Diretoria Administrativa-Financeira foram uma honra. “É com muita satisfação que faço hoje essa passagem do bastão. Esses dois anos foram maravilhosos, aprendi muito aqui”, disse. Ele ressaltou ainda os ganhos da diretoria em relação à eficiência operacional e na economicidade para a instituição.

 

O novo diretor administrativo-financeiro, João Biral Junior, contou que, em conversa, com o diretor-geral brasileiro da Itaipu,  Vianna se mostrou preocupado em aprimorar os projetos já existentes no PTI, e com o desafio de implementar novas ações que serão importantes para o futuro da Fundação PTI. “Com esse espírito começamos hoje a nossa caminhada, e vamos ao trabalho!”, afirmou.