PTI apresenta soluções para o desenvolvimento de energias renováveis em seminário internacional

PTI apresenta soluções para o desenvolvimento de energias renováveis em seminário internacional

06/12/2018

Visando a capacitação da engenharia nacional e o potencial dos recursos naturais existentes no Brasil, especialistas e pesquisadores reuniram-se no Parque Tecnológico Itaipu (PTI) para o  Seminário Internacional de Compatibilidade Eletromagnética em Sistemas de Energias Renováveis. O evento, realizado na quarta-feira (5), contou com a apresentação de resultados apurados por especialistas de seis países diferentes sobre a aplicação de tecnologias voltadas à produção de energia limpa.

 

A ação, viabilizada pelo Laboratório de Energia Solar do PTI, foi realizada em parceria com o Comitê Nacional Brasileiro de Produção e Transmissão de Energia Elétrica (Cigré Brasil) e o Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec).

 

Cerca de 40 participantes compareceram ao evento, para discutirem acerca das últimas descobertas encontradas no campo, e o intercâmbio de conhecimento com representantes de seis países: Japão, Reino Unido, África do Sul, Estados Unidos, Suécia e Brasil.

 

As pesquisas levaram em conta a influência de fatores internos, como a performance de sistemas geradores, e externos, como descargas atmosféricas que levam a condições meteorológicas desfavoráveis para a compatibilidade eletromagnética.

 

De acordo com o coordenador técnico do Cigré, professor Patricio Munhoz-Rojas, o evento, que acontece anualmente, promove um intercâmbio tecnológico estratégico ao ser realizado no Brasil, devido ao seu alto nível de recursos naturais, permitindo a difusão do conhecimento acerca de sistemas baseados em energias renováveis.

 

Para Rojas, é necessário disseminar tais conhecimentos até que cheguem às lideranças do país, visando maiores incentivos ao desenvolvimento das tecnologias sustentáveis para que o Brasil não apenas absorva, mas lidere esta construção com acesso para toda a população.

 

Em meio a abertura do evento, o diretor superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado, frisou a relevância técnica e científica dos temas em evidência, contribuindo para a eficácia das iniciativas em energias renováveis já desenvolvidas pelo Parque, como o biogás e o hidrogênio. 

 

“Temos uma missão junto à Itaipu de produzir energias limpas que beneficiem o desenvolvimento sustentável do país”, destacou Jorge Callado. “Este intercâmbio de experiências em pesquisas e inovação são relevantes para aumentar a eficácia dos nossos processos”, completou.

 

O diretor avaliou ainda a parceria estendida com o Cigré e a recepção da edição do evento deste ano como um presente, em meio às ações promovidas pelo Parque em prol dos seus 15 anos de existência completados em 2018.