Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

PTI traz ao Show Rural 2020 inovações para o Agronegócio

PTI traz ao Show Rural 2020 inovações para o Agronegócio

03/02/2020

O uso da tecnologia tem sido fundamental para o desenvolvimento e aprimoramento do agronegócio. Essa contribuição foi destacada nesta segunda-feira, 03, pelo secretário da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, durante o Show Rural 2020. “Estamos vivendo a terceira revolução agrícola. Todo esse esforço das startups, empresas de base, órgãos de pesquisa e Parque Tecnológico Itaipu resulta em boas informações que vão chegar ao campo de alguma forma ao campo e fazer a diferença”.
   
De acordo com Ortigara, esta revolução é uma combinação de segmentos como “biotecnologia, genética, digitalização do campo, mecanização com sensores e veículos voadores específicos”.
   
E quando se fala em veículos voadores com fins agroindustriais, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) vem se tornando referência no assunto. Uma amostra, que está sendo apresentada no Show Rural, é o protótipo de drone de baixo custo aplicado à pulverização de plantações. O equipamento foi adaptado pelo PTI em parceria com a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), utilizando peças de outros equipamentos em desuso.
   
O modelo desenvolvido pelo PTI permite a aplicação de defensores agrícolas de forma programada, automatizada e segura. Entre as principais vantagens desse método de manejo estão a otimização do uso de insumos, execução de forma rápida e barata, preservação de recursos ambientais e aumento da competitividade. Em fase de aprimoramento, o drone já passou por testes de vazão, voo e geolocalização.
   
Um robô autônomo rural – também chamado de rover – é outra atração do estande do Parque Tecnológico. O equipamento é utilizado para a pulverização em plantações mais sensíveis – como cebola.
   
Outra inovação do PTI na feira é um robô que promete facilitar a vida dos proprietários de aviários. O “Stac Robot”, projeto desenvolvido pela empresa incubada Stac em parceria com o PTI e a Unioeste, tem como missão automatizar o revolvimento da cama do aviário, processo fundamental para manter o local de criação das aves seguro e confortável. Isso acarreta uma série de benefícios como estimular a movimentação das aves, não estressar as aves, e reduzir a ocorrência de doenças, redução da emissão de gases tóxicos e até o aumento de peso dos animais.
   
Monitoramento dos ambientes no Show Rural
   

   

Oito sensores de monitoramento de dados climáticos foram instalados pelo Parque Tecnológico em pontos distintos do Show Rural Coopavel. Do estande do PTI, é possível visualizar informações de temperatura e umidade – que são fundamentais para a tomada de decisão dos produtores rurais.
    
No espaço do PTI no Show Rural Digital é possível conferir ainda as estações climáticas de baixo custo desenvolvida com a Unioeste. Elas compõem o projeto Fazenda Inteligente, que têm estações nos municípios de Toledo e Céu Azul. Os dados são monitorados por uma plataforma – o Sistema de Monitoramento Ambiental – também criado pelo Parque e que envolve ainda estações da Itaipu, do Iapar e equipamentos para o monitoramento da qualidade da água do reservatório da usina.