Português

Conectando educação, pesquisa,

 

 

inovação e negócios

Parque Tecnológico Itaipu

Contribuir, de forma decisiva, para o desenvolvimento da região oeste do Paraná foi o grande motivador para a criação do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) em 2003. Um parque tecnológico promove a sinergia entre empresas, centros de pesquisa, laboratórios e instituições de ensino fazendo a conexão entre educação, pesquisa, tecnologia, inovação e negócios. Juntas, estas atividades geram desenvolvimento nas mais diversas dimensões. O PTI está instalado nos antigos alojamentos dos operários que construíram a Usina de Itaipu e, com um modelo de operação inovador, esses espaços deram lugar a instituições de ensino e pesquisa, salas de aula, laboratórios, incubadora de empresas, entidades governamentais, empresas da iniciativa privada e a sociedade em prol do desenvolvimento científico e tecnológico, da inovação, da formação de competências, da qualificação técnica e do fortalecimento de atividades produtivas do território. Todos os dias, passam pelo PTI cerca de 5 mil pessoas de mais de 40 nacionalidades.

Criado em 2003, o PTI surgiu a partir da ampliação da missão da Itaipu Binacional, que além de reforçar o quesito geração de energia com qualidade, foram incorporadas ações em seu planejamento estratégico que impulsionavam o desenvolvimento econômico, turístico e tecnológico, sustentável, no Brasil e Paraguai. Em parceria com o Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação (Itai) e com a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), a Itaipu articulou a implantação de um ambiente apropriado para o desenvolvimento tecnológico. Nesse contexto, o PTI caracteriza-se como um espaço estratégico no alcance do desenvolvimento proposto pela Itaipu na região e se posiciona no território do Oeste paranaense como um dos ambientes de promoção da inovação.
 
 
Em 23 de maio de 2003, a intenção de criar um ambiente de ciência, tecnologia e inovação foi pactuada por 37 autoridades brasileiras e paraguaias, com a Assinatura da Carta de Intenções para criação do Parque Tecnológico. Em agosto foi lançada a pedra fundamental do PTI e em outubro iniciaram as atividades.
 
 
A Fundação PTI, criada em 2005, é a instituição responsável pela gestão do Parque Tecnológico Itaipu e pela execução de um conjunto de atividades em Educação e Extensão, Pesquisa e Desenvolvimento, Inovação e Negócios, e Turismo Sustentável. Responsável pela promoção do desenvolvimento científico, tecnológico e da inovação no ecossistema do Parque, desenvolve e consolida ambientes de uso compartilhado de infraestruturas e recursos de diversas instituições parcerias, facilitados por mecanismos de comunicação, desenvolvimento e negociação entre os diversos atores envolvidos: universidades e centros de pesquisas, empresas, governos e sociedade civil organizada.

 
Missão
 
"Promover o desenvolvimento territorial sustentável por meio da educação, ciência, tecnologia, inovação, cultura e empreendedorismo".
 
 
Visão
 
"Tornar o Parque Tecnológico Itaipu, até 2020, reconhecido como referência na promoção do desenvolvimento territorial sustentável".
 
 
Princípios Éticos
 
Respeito; Cooperação; Integração; Solidariedade; Equidade; Transparência; Honestidade; Comprometimento.
 
 
Objetivos Estratégicos
 
  • Promover o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação de interesse da Itaipu e do território;
  • Contribuir para a formação de competências, qualificação técnica e valorização do ser humano no território;
  • Promover ações que contribuam com o desenvolvimento social, cultural e ambiental no território;
  • Contribuir para o fortalecimento de atividades produtivas do território;
  • Aperfeiçoar, continuamente, a gestão da Fundação PTI – Brasil para agregar valor às suas finalidades;
  • Garantir o equilíbrio econômico e financeiro da Fundação PTI.
 
 
Território de atuação
 
A Fundação PTI executa ações para o Desenvolvimento Territorial em 54 municípios da Região Oeste do Paraná, sendo eles agrupados pela Associação do Municípios da Região Oeste do Paraná (AMOP) e pela Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresarias do Oeste do Paraná (Caciopar). Apesar do foco no território, a Fundação PTI expande os seus resultados para todo o país, pois as demandas em que atua fortalecem o desenvolvimento de tecnologias nacionais, inovação, novos negócios e sustentabilidade.
 
 
 
Planejamento Estratégico

Na estrutura organizacional, concebida pela Fundação PTI, as diretorias, áreas funcionais e assessorias estão voltadas para o apoio conjunto aos projetos desenvolvidos no Parque. Os órgãos de administração que compõem a base da estrutura organizacional são: o Conselho de Curadores, o Conselho Fiscal e o Conselho Diretor.
 
 
Conselho de Curadores
 
Delibera sobre todos os assuntos relativos ao estatuto e ao planejamento estratégico da Fundação PTI. Composição em 2016:
 
Titulares
 
Jorge Habib Hanna El Khouri (Itaipu)
Daniel de Andrade Ribeiro (Itaipu)
David Rodrigues Krug (Itaipu)
Newton Brião Marques (Itaipu)
Orestes Hotz (Sebrae)
Nelson de Castro Neto (IFPR)
Wanderley Bertolucci Teixeira (Setor público)
 
Suplentes
 
Augusto Cesar Stein (Sebrae)
Celso Ribeiro Novais (Itaipu)
Joanne Candida Pereira (Itaipu)
Roseli Bernadete Dahlem (IFPR)
José Ruy Alexandre (Setor público)
 
Conselho Fiscal
 
Delibera sobre todos os assuntos contábeis relacionados à Fundação PTI. Composição em 2016:
 
Titulares
 
Marcos Paulo Bonamigo (Itaipu)
João Carlos Ferrer Garcia (Itaipu)
Rosana Marcela Schmidt (Itaipu)
 
Suplentes
 
Gilmar Oliveira (Itaipu)
Simone Freire Nicolau (Itaipu)
 
 
Conselho Diretor
 
Direciona as ações estratégicas da Fundação PTI, por meio da aplicação de seu estatuto e de sua base normativa. Composição em 2017:
 
Ramiro Wahrhaftig - Diretor Superintendente
Claudio Issamy Osako - Diretor Técnico
João Biral Junior - Diretor Administrativo-Financeiro
 
 
Organograma
 
 
 

Ambulatório
Atendimento no Bloco 10, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Contato: 3576-2115.
Restaurantes
São duas opções de restaurantes
Serviços bancários
Agência Itaú no Bloco 3, espaço 1. Atendimento das 10h às 15h. Contato: 3526-1263. Caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal no Bloco 4.
Cafeteria
Atendimento de segunda a sexta-feira
Agência dos Correios
No Bloco 3, espaço 1. Atendimento de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30 e 12h45 às 16h30. Contato: 3522-3908.

O PTI ocupa uma área de 75,54 hectares, sendo 49,822 m² de área construída. No espaço coabitam empresas, universidades, centros de pesquisa, projetos de educação, empreendedorismo, cultura, inovação e negócios. Assim, caracterizando-se como um ambiente de conexões e de uso compartilhado, propiciando trocas de experiências e integração entre pessoas e instituições. O modelo objetiva o melhor aproveitamento dos recursos investidos em infraestrutura, ao mesmo tempo em que busca a otimização e complementação de competências, por meio da operação em rede.
 
 
O agendamento de visitas deve ser feita via e-mail, no endereço: visitas@pti.org.br. A mensagem deverá incluir as seguintes informações:
  • Data da visita;
  • Horário da visita;
  • Instituição;
  • Quantidade de pessoas;
  • Nome completo do organizador;
  • Contato do organizador (celular com DDD);
  • Nome do Projeto/Programa de maior interesse (se houver);
  • Breve objetivo da visita.

 

A autorização da visita será realizada de acordo com a disponibilidade de data e horário. O roteiro tem duração de, aproximadamente, entre 1h30 e 2horas. A visita será acompanhada por um monitor ou, no caso de visita técnica, por um representante especializado no tema de interesse. Para conhecer o portfólio de programas e projetos do PTI, clique aqui. O atendimento às visitas acontece de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h e das 14h às 18h.

Moção de Aplausos - Homenagem da Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu ao PTI em 2010
Certificado de Excelência TripAdvisor - Complexo Turístico Itaipu - 2014, 2015 e 2016
Prêmio de Excelência e Inovação do Turismo na categoria Pesquisa, Tecnologia e Inovação 2016
Incubadora Santos Dumont foi uma das vencedoras do Desafio de Incubação e Aceleração de Impacto - ICE 2016
Prêmio Ozires Silva na categoria "Empresa de Social ou Cívica de Médio Porte" 2012
Prêmio Ozires Silva de empreendedorismo na educação 2014 - Projeto Água: Conhecimento para Gestão
Prêmio Innova World de Inovação Social 2013 - Projeto Água: Conhecimento para Gestão